Aumente a vida útil de equipamentos de produção do seu negócio

As boas condições de uso dos motores elétricos são essenciais para a garantia da produtividade da sua indústria, da qualidade dos ciclos produtivos, bem como do produto final. Além disso, ter certos cuidados na rotina da sua indústria é essencial para assegurar a vida útil de equipamentos de produção.  

Vale lembrar que os motores elétricos também estão presentes em outros equipamentos, que não os industriais. Ainda assim, é importante seguir as instruções que reunimos aqui para garantir o perfeito funcionamento de um motor elétrico.

Para que isso aconteça, é importante conhecer o funcionamento e as características técnicas dos equipamentos. Isso permite principalmente avaliar o consumo de energia elétrica durante as operações, e então aprimorar a eficiência energética dos motores, reduzindo assim o consumo de energia nas indústrias.

Para entender como é possível aumentar a vida útil de equipamentos de produção do seu negócio, siga a leitura.

Escolha um fornecedor de alta qualidade

O primeiro passo para se preocupar com a gestão de vida do seu maquinário é ficar atento à escolha do fornecedor dos motores elétricos. Isso porque é preciso avaliar o Retorno Sobre o Investimento (ROI), principalmente quando o aumento da produtividade da sua indústria depende diretamente da qualidade dos equipamentos que você escolheu para a fábrica.

A Weg é referência mundial em máquinas elétricas e a maior fornecedora de motores elétricos do Brasil. Desde 1961, a marca vem se consolidando no mercado brasileiro, por estar sempre investindo em inovação, principalmente na fabricação de motores elétricos, mas também como fornecedora de sistemas industriais completos.

Portanto, a escolha de um fornecedor de qualidade é a primeira forma de garantir vida longa ao maquinário da sua indústria. A Weg tem uma ferramenta de cálculo de Retorno de Investimento em Motores Elétricos para que você desenvolva seu próprio estudo e avalie o Retorno Sobre o Investimento (ROI) ao adquirir novos motores elétricos.

Realize manutenções preventivas

A manutenção preventiva é aquela sistemática, que é realizada para o controle e o  monitoramento efetivo dos motores elétricos e dos equipamentos. É ela que prevê eventuais falhas e problemas, faz elevar a confiabilidade das operações dos equipamentos e ajuda manter as condições ao longo do tempo de uso de acordo com as iniciais de quando foi adquirido.

Vale destacar que a manutenção preventiva adequada para cada motor elétrico vai depender do tipo de máquina, das suas funções e da frequência de uso. Essa manutenção recorrente é importante, pois viabiliza a coleta de dados a partir de inspeções que geram relatórios e auxiliam no diagnóstico dos motores elétricos.

A manutenção preventiva deve ser feita mensalmente e é considerada o método mais eficiente para quem deseja prolongar a vida útil dos equipamentos de produção do seu negócio. Ela é tão relevante quanto o investimento nas máquinas, já que o mau funcionamento dos motores elétricos e, consequentemente do maquinário da indústria pode gerar muitos prejuízos, paralisações e falhas na linha produtiva.

Limpe corretamente as máquinas

A limpeza dos motores elétricos e dos equipamentos produtivos é essencial para a sua conservação. É uma das etapas mais importantes para elevar a vida útil de equipamentos de produção do seu negócio.

A limpeza deve ser constante para evitar a presença de poeira, de óleo, entre outros tantos detritos. A correta limpeza dos motores elétricos, bem como das máquinas, deve ser feita com escovas e panos de algodão.

Vale destacar ainda que se a poeira acumulada no motor provocar desgastes por atrito, é importante fazer o jateamento de ar comprimido para não prejudicar o funcionamento da tampa defletora, das aletas de refrigeração e das pás do ventilador do motor elétrico.

Confira a umidade e a refrigeração do espaço

As máquinas industriais e os motores elétricos devem ser mantidos em ambientes secos, isso porque a umidade pode enferrujar a maioria dos metais, degradando e danificando as principais funcionalidades dos equipamentos eletrônicos. Portanto, é preciso mantê-los longe de qualquer umidade.

Os ambientes industriais devem ser refrigerados e a temperatura deve ser checada constantemente para garantir a conservação e o bom funcionamento das máquinas e dos seus respectivos motores elétricos.

O superaquecimento dos equipamentos pode não apenas reduzir a vida útil de equipamentos de produção do seu negócio, como também impedir o total funcionamento. Portanto, fique atento a ventilação dos parques fabris.

Garanta um ambiente adequado para o equipamento

Os motores elétricos devem também ser bem instalados, de acordo com a tensão e corrente elétrica das máquinas, verificando ainda o alinhamento do motor em relação à sua carga. É importante ainda instalar os motores em ambientes ventilados, espaçosos, lembrando que a temperatura máxima aceita pelos isolantes é de até 40ºC.

Além de instalar o motor elétrico em um ambiente adequado, é preciso cuidar das condições de uso do equipamento. Analise se o equipamento está funcionando dentro das características nominais, se a curva do motor corresponde a carga, se a potência está alinhada à rede elétrica e se a tensão está operando de acordo com a carga total.

Treine os funcionários para o uso correto

Para aumentar a vida útil dos motores elétricos e das máquinas industriais, é preciso treinar os funcionários responsáveis pelo uso. Esses equipamentos exigem mínimos cuidados e conhecimentos técnicos de manuseio.

Sendo assim, invista em treinamentos recorrentes para que não haja riscos de comprometer o funcionamento dos equipamentos, e ao contrário disso, para que os funcionários atuem sempre no sentido de aumentar a vida útil dos mesmos.  

A ideia é que não apenas os equipamentos sejam preservados e operados em segurança, como também os profissionais não corram riscos durante as operações industriais, evitando assim os acidentes de trabalho.

Os motores elétricos são fabricados para operar até 24 horas ininterruptas, sendo acionado no máximo de 3 a 5 vezes a cada hora. Dessa forma, acionar o motor mais do que esse recomendado pode gerar um significativo desgaste do equipamento. É importante destacar que a média geral de garantia dos fabricantes brasileiros é de 12 meses.  

E então? Gostou das nossas orientações para aumentar a vida útil das máquinas da sua indústria? Se quiser saber ainda mais sobre o assunto e acessar mais informações valiosas sobre o tema, siga a Paraíso das Bombas no Facebook e no Twitter




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *