Bomba Multiestágio: saiba como melhorar a pressurização do seu condomínio

As bombas podem ser usadas para as mais variadas funções. Encontradas principalmente nas versões centrífugas, submersas e pressurizadoras, elas são indicadas para projetos que precisam transferir água ou mesmo outro líquido de um local para o outro.

As bombas centrífugas são adequadas para o uso em locais secos, normalmente acima do solo. Já as submersas — como indica a própria denominação — funcionam dentro da água, sendo que algumas precisam ser retiradas do ambiente líquido depois do uso, enquanto as outras podem permanecer dentro d’água em uma média de até 20 metros de profundidade. As bombas pressurizadoras trabalham para resolver problemas relativos a pressão da água, gerados devido a altura de uma caixa d’água ou mesmo de uma cisterna.

Sendo assim, reunimos aqui algumas informações, para te ajudar a entender melhor como uma bomba multiestágio pode contribuir para a melhora da pressurização do seu condomínio. Fique atento ao nosso blog post.

Bomba multiestágio, o que é?

A bomba multiestágio, como o próprio nome diz, é uma motobomba que tem vários estágios, sendo que cada um deles abriga um rotor de propulsão. Esses vários rotores de propulsão permitem que a bomba multiestágio dê mais pressão e velocidade ao bombeamento, se comparada a vazão. Mas o alcance de vazão da bomba multiestágio também é grande, com capacidade de atingir altos índices de altura manométrica.  

Funções e características da bomba multiestágio

A bomba multiestágio é usada principalmente nos casos de bombeamento que precisam de maior pressão ou mesmo para quem precisa aumentar o número de estágios da bomba com um só rotor. A bomba multiestágio é ainda um equipamento que absorve menos potência do motor elétrico, e portanto, é uma solução mais econômica em termos do consumo de energia elétrica. Na verdade, a bomba multiestágio consome bem menos energia do que a monoestágio.  

Para entender melhor as características desse equipamento, é importante saber que a bomba multiestágio tem ainda uma construção robusta e uma padronização estrutural, normalmente produzida com matérias-primas resistentes e de grande durabilidade, como o ferro fundido ou nodular, bronze e aço inox.

A bomba multiestágio possui mancais nas duas extremidades do eixo, é constituída por rotores fechados, radial e de fluxo único, e tem equilíbrio de empuxo axial por meio dos furos traseiros e dianteiros. Vale salientar também que os bocais de sucção e recalque da bomba multiestágio podem ser produzidos para conexões em rosca (BSP) ou flange.

Outra característica de destaque é em relação aos anéis de desgaste da bomba multiestágio, que são montados nas partes traseiras e dianteiras do rotor, alojadas nos corpos de sucção, recalque, difusor e estágios. Já os mancais estão nas duas extremidades do equipamento, com rolamento de rolo cilíndrico no lado do acionamento, e de esfera de duplo contato angular no outro lado que é o do recalque.

Onde usar a bomba multiestágio?

A bomba multiestágio é mais apropriada para os serviços de alta pressão e pouca vazão, como a irrigação e o bombeamento da caixa d’água em prédios, especialmente os mais altos. O uso é indicado principalmente para a pressurização em condomínios, em casas e em apartamentos — nas caixas d’água, nos encanamentos e nas torneiras —, facilitando assim o transporte da água até os andares localizados mais ao topo dos edifícios.

Além do abastecimento predial, a bomba multiestágio também pode ser usada para lavar ambientes, veículos e máquinas, alimentar caldeiras, na nebulização de aviários e estufas, no combate a incêndios e também nas indústrias, principalmente as do ramo têxtil. Independente do local de uso, a bomba multiestágio é indicada para as situações de pouca vazão.

A bomba multiestágio é conhecida ainda pelo ótimo rendimento e baixo consumo de energia elétrica. É um equipamento que regula o consumo, por meio de um controlador automático, de forma que quando o ponto de consumo é aberto, a bomba é acionada, e da mesma maneira, quando o ponto é desligado, o consumo é fechado.  

Diferença para a bomba monoestágio

A bomba monoestágio possui apenas um rotor para propulsão, o que garante maior vazão. Essa é a principal característica que a difere da bomba multiestágio. Outra diferença em relação a bomba multiestágio, é que o equipamento que possui apenas um estágio é indicado para as aplicações com elevada velocidade de acionamento.

Eficiência energética

O consumo de energia elétrica no Brasil totalizou 460 gigawatts-hora no ano de 2016, um recuo de 0,9% em relação a 2015, segundo a Empresa de Pesquisa Energética (EPE). O resultado se deve principalmente à retração da demanda industrial, em meio a instabilidade econômica do país.

O consumo dos clientes industriais, que responde por cerca de um terço do total, caiu 2,9% no ano, enquanto o comércio teve queda de 2,5% e a demanda das residências fechou com alta de 1,4%. Ainda de acordo com dados da EPE, a base de consumidores residenciais cresceu 2,4% no ano de 2016, para 69,3 milhões de unidades residenciais atendidas pela rede de distribuição no Brasil.

Outros dados levantados pela EPE em 2015 mostram que as edificações residenciais são responsáveis por 27,8% do consumo faturado de energia elétrica no Brasil. E de acordo com o Ministério de Minas e Energia (MME), estima-se que o potencial de redução de consumo de energia elétrica residencial seja de até 30% em edificações antigas e 50% em edificações novas, caso sejam adotadas medidas de eficiência energética. Portanto, é importante considerar o uso das bombas multiestágios, que apresentam consumo de energia elétrica bem menor que as demais.

Além disso, para economizar ainda mais energia elétrica, lembre-se sempre de dimensionar a bomba multiestágio adequadamente, com a ajuda de um profissional, eliminar os possíveis vazamentos de água, o mais rápido possível ao identificá-los, verificar sempre o funcionamento da boia da caixa d’água e usar o modo automático para ligar e desligar as bombas.

Se você ainda precisa se informar mais, antes de escolher a melhor bomba multiestágio para o seu projeto, siga a Paraíso das Bombas nas redes sociais, e fique por dentro das vantagens de usar esse tipo de equipamento no seu condomínio.

Comments (12)

  1. Boa noite: gostaria de saber qtos litros ela puxa por hras? Ela não perde a força de pressão num comprimento de 60 MTS tendo um desnível de 15 MTS?

    1. Bom dia, Celino.
      Para indicarmos a bomba ideal, precisamos de mais algumas informações:
      – Qual a tubulação utilizada?
      Aguardo seu retorno!

  2. Boa noite: gostaria de saber qual a bomba ideal para o comprimento de 150 MTS tendo um desnível de 20 mts e uma tubulação de 1 polegada tanto para entrada como para saida

    1. Boa tarde,
      Para indicarmos a bomba ideal, precisamos de mais algumas informações. Por gentileza:
      – Quantos metros a bomba vai descer no poço?
      – Qual a vazão desejada?
      Aguardo seu retorno.

  3. Boa tarde
    Qual bomb mais indicada para uma distancia de aproximadamente 50 metros entre o poço e a caixa d’agua que fica em um morro? A multi estagio serve?

    1. Olá Jessica, bom dia!
      Para indicarmos a bomba ideal, precisamos das seguintes informações:
      – Quantos metros a bomba vai descer no poço?
      – Qual a altura da caixa d’água?
      – Qual a tubulação utilizada?
      – Qual a vazão desejada?

      Aguardo seu retorno!

  4. Gostaria de saber se bomba multi estágio pode puxá 600 metros de distância em linha reta para irrigação cano 100mm e quantos aspersores funciona bomba 3 cv

    1. Boa tarde, Huascar.
      Para indicarmos a bomba correta, precisamos das seguintes informações:
      – Quantos metros a bomba vai descer no poço?
      – O terreno é plano?
      – Qual a vazão do poço?
      – Irá utilizar aspersores? Se sim, quantos?
      – Estão em linhas? São quantos em cada linha?
      – Qual a vazão e pressão de cada aspersor?
      Aguardo seu retorno.

  5. Cavei um poço com 13,5 e usei um bomba centrífuga meio CV que diz que puxa com 8 metros, pode. Foi instalada com 12 metros e tubulações de 25mm e válvula de retenção krona, porém a bomba puxar 2:30 minutos e depois para de puxar aí desligo e ligo puxa de novo o mesmo tanto, aí reduz para 10 metros e para os 8 metros e mesmo sintoma, aí peguei uma bomba periférica de meio CV e puxa porém muito lenta, 1 hora para encher 500 litros. Qual bomba seria melhor. A caixa fica 6 metros acima do solo

    1. Bom dia, Thiago.
      Por gentileza:
      – Qual a distância da boca do poço até a caixa d’água?
      – Qual a vazão do poço?
      Aguardo seu retorno.

Deixe um comentário para THIAGO RODRIGUES DE LUCENA Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *