Aprenda a escolher e calcular a melhor bomba d’água para o seu poço

Ter um poço artesiano é uma ótima maneira de garantir uma fonte confiável de água potável. Mas, para que seu poço funcione perfeitamente — considerando a incapacidade do poço de jorrar água voluntariamente —, é preciso escolher de forma detalhada e cuidadosa a melhor bomba d’água para as condições em que ela será instalada, o que vai garantir o exato bombeamento, dentro do volume de água desejado.

São vários os tipos de bombas d’água usados em poços, mas as elétricas e movidas a diesel costumam ser as mais usadas. Instalar uma bomba submersível não é tão simples como pode parecer. Portanto, fique atento às nossas dicas para calcular e selecionar a melhor motobomba que ajudará no projeto do seu poço.

Que conceitos e medidas preciso entender primeiro?

Ao procurar a melhor bomba d’água para seu poço, você vai se deparar com diversos nomes e medidas que talvez não esteja muito acostumado. Então, entenda os principais deles:

Medida m.c.a.

O m.c.a. é um unidade de medida de pressão que significa “metros de coluna d’água”. É utilizada tanto para dimensionar bombas d’água como em outros tipos de equipamentos hidráulicos. Refere-se à pressão da água em determinada altura. Assim, o que importa aqui é a altura da água, e não o volume.

Essa medida é muito importante na escolha de uma bomba d’água, uma vez que esses equipamentos possuem capacidades distintas para “empurrar” a água em determinadas alturas. Assim, uma bomba pode ser adequada para uma casa, cuja a caixa está no telhado a menos de 7 metros, e não ser recomendada para um prédio de 3 andares, por exemplo. Ao mesmo tempo, quanto maior a altura, menor será a vazão de água.

As bombas possuem manuais que detalham a relação entre m.c.a., vazão (m³/h), potência (cv) e diâmetro do motor. Por exemplo, a Motobomba Dancor CP-4R 1/4 CV, puxando água para uma altura de 6 metros, terá uma vazão de 7,6 m³/h.

 

Tudo que você precisa saber para escolher a bomba certa

 

Recalque

O recalque refere-se à altura da tubulação até o reservatório, medido a partir da saída da água na bomba até a entrada no tanque de armazenamento. Aqui também utilizamos a mesma medida m.c.a.

Sucção

É a altura calculada desde a superfície da água até a entrada da bomba. Por exemplo, em um poço, a altura de sucção e o cumprimento da tubulação serão semelhantes, pois os tubos seguem na vertical. Mas a captação da água de um lago pode ter uma tubulação maior do que a altura de sucção.

Vazão

É a relação entre volume de água e o tempo de transporte, podendo ser medido por metros cúbicos por hora (m³/h), litros por hora ( l/h) ou litros por minuto (l/min), lembrando que 1 m³ corresponde a 1000 litros. Então, se um tanque tem 2000 litros, uma bomba funcionando com uma vazão de 4 m³/h a encherá em cerca de 30 minutos.

Altura Manométrica Total

Para encontrarmos a altura manométrica total, somamos a altura de sucção, a altura de recalque, tipo de conexões e tubulações e perdas do cumprimento da instalação. O m.c.a. também é a medida utilizada aqui.

Potência

A potência refere-se à força da bomba e a medida empregada é o cavalo vapor (cv). 1 cavalo vapor corresponde a 735,5 watts de potência. Siglas como 1/4 e 2/4 representam frações dessa potência. Por exemplo, uma bomba de 1/4 terá 25% de 1 cavalo vapor, ou seja, cerca de 368 watts. Quanto maior a potência, mais energia é gasta.

Quais os tipos de bomba disponíveis no mercado?

Agora que você está por dentro dos principais conceitos utilizados, vamos conhecer os principais modelos de bomba d’água disponíveis atualmente. Eles podem operar dentro ou fora da água e variam na sua capacidade de sucção, vazão e pressão.

Submersas

Como o próprio nome sugere, elas ficam dentro da água. Quanto a isso, são dividas em dois grupos:

  • submersas: podem ficar debaixo da água constantemente a no máximo 20 metros de profundidade (podendo variar conforme o modelo);

  • submersíveis: esta não deve permanecer debaixo da água, ou seja, após o seu uso é necessário retirar, secar e armazenar o equipamento em outro local, sendo muito indicado para inundações, por exemplo.

Para otimizar o desempenho das bombas submersas, existe uma variação chamada de multiestágio. Ela é abriga vários estágios ou rotores  — um conjunto de componentes giratórios que movimentam o líquido no interior da bomba por meio de pás. Isso gera mais energia, potencializando a velocidade e a pressão ao bombeamento. Na prática, isso resulta em vazão e índices de altura manométrica maiores, alguns modelos chegando a níveis acima dos 400 m.c.a.

Periféricas

Esses equipamentos foram construídos para funcionar na superfície, ou seja, fora da água. É necessário instalá-los em um lugar que garanta proteção e ventilação. É necessário que se instale uma válvula de retenção (também chamadas de válvulas de pé), que impedem que a água retorne para o poço quando a bomba for desligada. Dessa forma, os tubos de sucção estarão sempre cheios.

As bombas periféricas trabalham bem com um baixo volume de água e apresentam alta pressão. Por isso, são recomendadas para alturas de até 25 metros em média.

Autoaspirantes

As autoaspirantes também trabalharam na superfície e são recomendadas para poços, cisternas ou lagos de até 7 metros de profundidade. Elas não necessitam de válvulas de retenção, pois já possuem um compartimento que retém a água, uma espécie de válvula interna, diminuindo o esforço da bomba.

Apresentam um ótimo desempenho, uma vez que conseguem levar a água para alturas elevadas, trabalham com um alto volume de água e apresentam ótima pressão.

Centrífugas

As bomba d’água centrífugas também é instalado na superfície, acima do solo. Com capacidade de sucção de até 7 metros de profundidade, também necessita de válvula de retenção. Tem a capacidade de transferir um alto volume de água, mas diferentemente das bombas autoaspirantes, apresentam baixa pressão.

Injetora

As injetoras conseguem puxar água de uma profundidade de 20 a 40 metros e possui grande pressão. Ela funciona com duas tubulações:  uma de sucção e outra de retorno, que funciona como injetor. Parte da água sugada retorna para dentro do poço, aumentando a pressão de sucção.

Apesar de serem recomendadas para grandes profundidades e possuírem bastante pressão, possuem pouca vazão, já que parte da água puxada retornará.

Agora, você já conhece os principais tipos de bombas e conceitos. Saiba aplicar esses conhecimentos para calcular a melhor bomba d’água para seu poço!

Meu poço aceita essa bomba?

Antes de escolher a melhor bomba d’água submersa, é preciso se informar sobre o diâmetro e a profundidade do seu poço, a vazão que ele proporciona — ou seja, qual o volume de água que ele é capaz de produzir por hora —, o nível dinâmico e o nível estático do poço e ainda a distância entre a boca do poço e o local onde a bomba será instalada.

É preciso verificar todas essas informações com a empresa ou o perfurador responsáveis pelo poço artesiano para ter a certeza de que o poço aceitará determinada bomba. Sem se certificar desses dados, é praticamente impossível calcular a melhor bomba para o seu poço.

Como calcular a vazão e o que fazer para o meu poço não secar?

O poço artesiano é perfurado com o objetivo de captar a água que se encontra nos lençóis freáticos. Essa água armazenada nos aquíferos, que ficam no subsolo, está infiltrada em rochas e sedimentos em grande profundidade. Em geral, é uma água com melhor qualidade física, química e biológica, protegida da contaminação humana, não sendo necessário tratamento para o consumo.

Depois de construído o poço, o perfurador fará vários testes para medir sua vazão. Ao analisar o local onde foi construído e principalmente sua profundidade, será possível medir quantos litros de água o poço produz por hora. A vazão do poço é um aspecto importante, pois bombas com vazão muito baixas não servirão, dependendo do tamanho da instalação.

É recomendável evitar bombas com vazão menores que 200 litros por hora para a altura de recalque. Normalmente elas serão insuficientes ou farão um bombeamento no limite. Se estiver na dúvida, consulte o fabricante ou questione o vendedor da motobomba. 




Comments (18)

  1. Meu poço tem 202 metros, todo revestido com tubo geomecanico “(azul,)
    A altura manométrica é de 180metros.
    O reservatório é para 10.000litros, com 6 metros de altura, e está a 5metros da boca.
    A capacidade é de 25.000 l/h
    A energia é trifásico.
    Com essas informações é possível indicar uma bomba?
    Meu celular (15)99100-2158
    Agradeço e fico no aguardo.

    1. Bom dia, Benedito.
      Alguém já fez o cálculo para o senhor e informou essa altura manométrica, utilizando todos os dados?
      Se sim, qual a vazão pretendida?
      Se não, preciso das seguintes informações:
      – Quantos metros a bomba vai descer no poço?
      – Qual a vazão desejada?
      – Qual a tubulação utilizada?
      Aguardo seu retorno.

  2. Boa noite!
    Gostaria que você me orientasse qual o tipo de bomba, e a potência, devo comprar para sugar a água da tubulação da rua até a caixa d’água. Pois, quase sempre a pressão é fraca para encher.
    A tubulação é PVC de 1/2″ com 35 m de distância a uma altura de 12 m

    1. Bom dia,
      O desnível (altura) não pode ser maior que 9m.
      Nesse caso, infelizmente não teríamos uma bomba para indicar.
      Qualquer dúvida estamos à disposição.

  3. Olá, queria uma orientação sobre qual bomba seria a ideal para o meu poço.É um semi artesiano, de 30 metros, e a caixa d agua fica a uma altura de 3 metros, porém nao é ao lado do poço, é a uma distancia de 20 metros dele em linha reta.

    1. Bom dia José,
      Para indicarmos a bomba ideal, precisamos de mais algumas informações. Por gentileza:
      – Quantos metros a bomba vai descer no poço?
      – Qual a vazão desejada?
      – Qual a tubulação utilizada?

      Aguardo seu retorno!

  4. Eu tenho um campo de futebol, oficial, e tenho um tanque de 16000 litros a 10m do mesmo e no mesmo nivel. Precisaria ligar 54 aspersores de 750 para irriga-lo td de uma vez, mas acredito q de duas vezes seria razoavel. Qual a bomba ideal, e, se o poço não é suficiente qual seria a capacidade ideal do poço.

    1. Willian,
      – Qual a pressão e vazão de cada um dos aspersores?
      – Eles estão em linhas? São quantos em cada linha?
      – Qual a distância entre eles?

      Aguardo seu retorno.

  5. Boa tarde!
    Vou capitar água de um lago, a casa vai ficar 200 metros de distancia do lago.
    Esses 200 metros são de subida que vai dar um total de 30 metro, já contando com a altura da caixa d’água.

    Que bomba eu compra para suprir essa necessidade?

    1. Boa tarde!
      Para indicarmos a bomba ideal, precisamos de mais algumas informações. Por gentileza:
      – Qual a altura de sucção?
      – Qual a tubulação utilizada?
      – Qual a vazão desejada?

      Aguardo seu retorno!

  6. Boa tarde

    Preciso nebulizar uma estufa de 60m2. Serão 6 corredores de 10m com nebulizadores a cada 2m, utilizando mangueiras de 1 polegada a aproximadamente 3m de altura em relação ao solo.

    A bomba periférica é a mais indicada? Qual potência seria a ideal?

    Obrigado!

        1. Felipe,
          Indicamos a Bomba Centrífuga Schneider 1 CV, valor total do produto: R$1699,00.
          Tendo interesse, encaminho o link para que o senhor possa realizar o pedido.
          Qualquer dúvida estamos à disposição.

  7. A minha situação é a seguinte:
    Quero aproveitar água de um riacho e mandar para um reservatório a uma distância de 1 km. Também desejo irrigar uma área de 10ha que pode ser simultaneamente ou não, é uma pergunta que faço!.. Esse riacho está num desnível de + /- 50 mt entre o reservatório que pretendo abastecer. Que tipo de bomba devo usar e sua potência?

    1. Bom dia, Emmanuel.
      Por gentileza:
      – Qual a altura de sucção?
      – Qual a tubulação utilizada?
      – Qual a vazão desejada?
      – Para irrigação, irá utilizar aspersores? Se sim, quantos? Estão em linha? Quantos em cada linha? Qual a vazão e pressão de cada aspersor?
      Aguardo seu retorno!

  8. Olá boa tarde.
    Acabei de furar um poço (de 6″).
    Ele deu água aos 100 metros e furei até os 133 metros.
    Ainda não sei dizer seus níveis, estático e dinâmico.
    A equipe de perfuração me disse que o Poço ficou com vazão de 20.000 litros por hora.
    Com esses dados já posso decidir que bomba usar?
    Grato.

    1. Rudival,
      Para indicarmos a bomba ideal, precisamos das seguintes informações:
      – Quantos metros a bomba vai descer no poço?
      – Qual a distância da boca do poço até o reservatório?
      – Qual a altura do reservatório?
      – Qual a tubulação utilizada?
      Aguardo seu retorno!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *