10 equipamentos e produtos para piscinas que são indispensáveis

Piscinas trazem muitos benefícios. Servem tanto para os momentos de diversão com a família e os amigos quanto para fazer exercícios a fim de cuidar da saúde. Além disso, elas valorizam o imóvel, atuando até mesmo como elementos de paisagismo.

No entanto, para garantir que estejam sempre em boas condições para o uso, existem diversos equipamentos e produtos para piscinas no mercado. Mas o que é indispensável adquirir para que a água tenha um tratamento adequado? É sobre isso que falaremos neste post! Acompanhe!

O que analisar antes de procurar produtos para piscinas?

Antes de escolher um produto certo para a sua piscina, é importante analisar o pH da água. Para que o tratamento químico seja realmente eficaz, a faixa mais aceitável é entre 7,4 e 7,6. Dessa forma, as soluções aplicadas funcionarão corretamente, conforme o previsto.

Após verificar isso, vamos em busca dos equipamentos e produtos para piscinas. Eles vão garantir que ela fique sempre limpa e pronta para um uso saudável.

O que é indispensável para a sua piscina?

1. Aspirador de piscina

O aspirador é uma peça fundamental para manter a limpeza da piscina, especialmente após o uso. Existem diversos modelos, desde os manuais até o tipo robô, que funciona de modo autônomo.

Os manuais são os mais simples e econômicos. Eles consistem em um cabo com cerdas na ponta, conectado ao sistema de filtração da própria piscina por meio de uma mangueira.

Além disso, eles se adaptam a diversos tipos de piscinas com revestimento. As cerdas que ficam na ponta da haste de aspiração ajudam a remover as impurezas que estejam agarradas na superfície dos pisos ou acumuladas no fundo da piscina.

2. Capas de piscina

As capas de piscina servem para protegê-la contra sujeiras, como folhas e papéis. Com isso, ajudam a reduzir custos relacionados à limpeza e manutenção, economizando também na troca da água e no uso de produtos para piscinas. Além disso essas capas são capazes de fornecer proteção contra acidentes, como queda de crianças, animais ou pessoas idosas.

No entanto, quando usadas para este objetivo, é importante que se dê atenção tanto à qualidade do material que será instalado e quanto à sua manutenção. Afinal, quando novas, as fibras da capa são resistentes e possuem certa elasticidade, o que lhe confere maior segurança. Mas, ao longo do tempo, em contato com a ação do cloro e a exposição do sol, o material tende a se desgastar. Por isso, é necessário um monitoramento regular.

3. Filtro e bomba de piscina

O objetivo da bomba de piscina é a circulação da água, aspirando o líquido para dentro de uma centrífuga e o reintroduzindo de volta para a piscina. Essas bombas, geralmente, têm um filtro que evita a entrada de sujeira no equipamento.

Independentemente do tamanho da piscina, esse equipamento é muito importante porque:

  • contribui para a limpeza da água por meio do sistema de filtragem;

  • por meio da movimentação e filtração da água, evita que sujeiras fiquem acumuladas ou sedimentadas no fundo;

  • auxilia no aquecimento da água para manter a sua temperatura uniforme, tanto na superfície quanto nas partes mais profundas.

As bombas devem ser instaladas em um local seco e coberto, a fim de garantir o seu bom desempenho e uma vida útil mais longa. Isso também ajudará a reduzir as intervenções de manutenções.

 

 

4. Limpa bordas

O limpa bordas é um produto químico usado para retirar a sujeira que se acumula no entorno da piscina, aquela que fica sem água, geralmente entre 10 e 15 cm. É um detergente próprio para essa finalidade, já que não altera as características da água, não faz espuma e nem modifica a sua coloração.

5. Cloro

Quando se fala em limpeza e tratamento de piscinas, o cloro é o produto mais utilizado, especialmente devido ao seu bom custo-benefício. Ele tem duas funções principais: equilibrar os níveis de pH da água e desinfetá-la, acabando com os fungos e as bactérias.

No entanto, ele não deve ser usado de modo indiscriminado. Quando em excesso, esse produto pode causar danos ao revestimento da piscina, corrimões e em outros materiais. Além disso, pode trazer prejuízos aos banhistas, com efeitos adversos à pele, às vias respiratórias, aos olhos e ao cabelo.

Por isso, é recomendável testar os níveis de cloro para manter o equilíbrio da aplicação. Utilize também cloros específicos para piscinas, como o Ultraclor, indicado para revestimentos de alvenaria, fibra e vinil.

6. Corretivo

O corretivo é conhecido também como elevador e redutor de pH, e serve para deixar essa alcalinidade da água na faixa ideal. Como já mencionado, o recomendado é que o pH fique entre 7.4 e 7.6.

Isso é muito importante para a eficiência dos produtos utilizados. Por exemplo, caso a água esteja ácida, ou seja, com um pH abaixo de 7, o cloro não agirá corretamente, permitindo a proliferação de algas e bactérias. Por outro lado, acima de 7,6, os produtos desinfetantes também não conseguem eliminar os microrganismos da piscina.

7. Clarificante

Uma piscina bem limpa, com uma água tão transparente que dá para ver nitidamente o fundo, é um convite e tanto para um mergulho. O produto que vai garantir esse efeito é o clarificante. É recomendado em situações em que a água está com um aspecto esbranquiçado ou turvo.

O clarificante funciona de forma bem simples. Ele faz com que as partículas sólidas dispersas na água se agrupem. Dessa forma, ficam mais pesadas e se depositam no fundo da piscina.

8. Algicida

O algicida é mais um produto para piscinas que vai garantir a limpeza e a beleza da água. Ele evita o surgimento e a proliferação das algas, impedindo aquele aspecto esverdeado na água.

9. Aquecedor

Para garantir o uso da piscina durante todo o ano, mesmo no inverno, o aquecedor é um equipamento indispensável. A temperatura da água pode ficar entre 30º e 36º, dependendo do local de instalação da piscina. O aparelho funciona em conjunto com a motobomba.

No modelo que usa a energia elétrica, também conhecido como trocador de calor, o aquecedor retira o calor do ar e o usa para aquecer o gás que está dentro dele, esquentando a água. O equipamento conta também com um sensor para regular a temperatura.

10. Peneira

Apesar de ser um equipamento simples, é fundamental para realizar uma limpeza rápida. É uma ferramenta muito útil e prática para retirar partículas maiores de poeira, folhas, vegetação, insetos e outras impurezas que se depositem na superfície ou no fundo da piscina.

O indicado é que se use a peneira pelo menos uma vez por dia, mesmo que ela não tenha sido usada.

Todos esses equipamentos e produtos para piscinas são fundamentais para garantir a boa qualidade da água, com um aspecto atraente e livre de fungos, bactérias e algas. Isso vai contribuir para momentos de lazer agradáveis e saudáveis.

Gostou das dicas? Então, assine agora mesmo a nossa newsletter e receba mais informações direto na sua caixa de entrada.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *